domingo, 21 de novembro de 2010

Pesquisadores querem “definir o cheiro das cidades” para detectar ataques químicos


O que vamos narrar a seguir nada mais é que uma medida de segurança dos EUA contra ataques terroristas. Pesquisadores com máscaras e equipamentos estão se espalhando pelas principais cidades americanas e notificando todos os seus odores químicos. O objetivo: determinar (levando em conta o cheiro de odores de postos de gasolina, restaurantes, residências e indústrias, por exemplo) qual é o cheiro normal de cada cidade.

Assim, qualquer distúrbio químico no odor urbano é imediatamente notificado.

A medida é de autoria da DARPA (sigla em inglês para Agência de Pesquisas em Projetos Avançados de Defesa), uma instituição que trata, como diz o nome, de desenvolver novas formas de combate ao terrorismo, entre outras funções. Nesse caso, a medida serve para que se possa detectar um ataque por armas químicas (receita predileta de Sadam Hussein durante as Guerras do Golfo) o mais rapidamente possível.

O projeto deve ainda ter muito trabalho até ficar pronto. Afinal, como você deve ter pensado, o cheiro de uma cidade inteira certamente não fica uniforme e inalterado durante o ano inteiro. Durante o dia, há variações relacionadas ao clima, à umidade e à atividade humana, e esses mesmos fatores também variam ao longo do ano. Ainda em fase de planejamento, o projeto vai colher informações e buscar métodos eficazes para fazer esse levantamento até dia 6 de janeiro do ano que vem, data em que deve começar a ser colocado em prática. [PopSci]

http://hypescience.com/pesquisadores-querem-%E2%80%9Cdefinir-o-cheiro-das-cidades%E2%80%9D-para-detectar-ataques-quimicos/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE