sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Cientistas franceses fazem teletransporte de matéria


Ainda não é exatamente teletransporte, mas estamos chegando perto. Imagine um mecanismo capaz de transportar um corpo fazendo-o desaparecer em uma das pontas e se reconstituir à distância. A grosso modo, é isso que pesquisadores franceses conseguiram fazer. E o melhor: esse novo meio de movimentar matéria não precisa de nenhum tipo de combustível.

Esse sistema, segundo os cientistas do Centro Nacional Francês para Pesquisas Científicas, pode ser usado para mover nanopartículas para dentro ou para fora de determinados corpos, o que facilitará muitas aplicações da biotecnologia. Para se mover, a partícula deve estar dentro de um campo elétrico. Enquanto uma das extremidades vai se dissolvendo, ela ressurge além do ponto onde está a outra extremidade da partícula. Pouco a pouco, ela vai se formando em outro espaço exatamente do jeito que estava antes.

É claro que a distância na qual esse “teletransporte” se opera ainda é ínfima (algo em torno de 100 mícrons (unidade de medida usada em diversas aplicações químicas e biológicas), o que equivale a 0,1 milímetro. Mas isso não é um problema, segundo os cientistas, porque é justamente para executar movimentos de partícula em meios microscópicos (um procedimento que ás vezes é complicadíssimo) que esse sistema foi desenvolvido. [PopSci]

http://hypescience.com/cientistas-franceses-fazem-%E2%80%9Cteletransporte%E2%80%9D-de-materia/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE