sexta-feira, 18 de junho de 2010

Podem existir 5 partículas divinas!


O grande objetivo do Large Hadron Collider, o LHC, é encontrar uma única partícula, chamada de bóson Higgs – também conhecida como a partícula divina. Mas novas evidências sugerem que podem haver não apenas uma, mas cinco partículas divinas.

Você pode até se perguntar “mas no que isso muda a minha vida”? Se existirem cinco partículas como a bóson Higgs, as leis da física serão mudadas.

Primeiro é importante esclarecer que a partícula divina não tem nada a ver com Deus. O apelido vem da importância que ela tem para a física que conhecemos – é essa partícula sub-atômica que explica porque todas as outras partículas têm massa (em termos gerais).

Por décadas cientistas tentam detectar “a bichinha”, mas até agora ninguém teve sucesso.

A idéia de que pode existir mais de uma partícula divina vem de um experimento feito em outro acelerador de partículas, o Tevatron, localizado nos Estados Unidos (mais precisamente, em Illinois). O experimento, batizado de DZero, forçava colisões de prótons e antiprótons no Tevatron.

As colisões produziram mais pares de partículas de matéria do que de anti-matéria – essa “assimetria” não pode ser explicada pelo modelo de física atual, mas pode existir se houverem múltiplas partículas de bóson Higgs. Elas teriam aproximadamente a mesma massa, mas cargas elétricas diferentes.

O modelo físico atual pode explicar o que conhecemos como quatro forças fundamentais, a gravidade e a matéria (não a matéria escura, que, estima-se, forma 25% do universo), então muitos físicos já o consideram defasado. Um novo modelo, que englobasse novas partículas divinas, talvez pudesse explicar nosso universo com mais exatidão. [BBC]

http://hypescience.com/podem-existir-5-particulas-divinas/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE