quinta-feira, 3 de junho de 2010

Os 5 piores desastres envolvendo petróleo do mundo



O vazamento do Golfo do México está mobilizando toda a comunidade mundial. Mas o fato é que nós, humanos, fizemos milhares de buracos na Terra para extrair o “ouro negro” e, mais de uma vez, houve falhas na extração da substância, resultando em desastres naturais. Confira uma lista com os piores vazamentos de petróleo que presenciamos:

5. LAKE PERIGNEUR, LOS ANGELES:

Em novembro de 1980 uma estação da Texaco afundou no leito do Lago Perigneur, em Los Angeles – um lago de águas puras e cristalinas. Uma broca da estação estava tentando chegar a um “lençol” de petróleo, mas acabou atingindo uma caverna que, no fim, era uma mina de sal. O erro de cálculo provocou um deslocamento de águas que resultou em um redemoinho forte, provocando o naufrágio da estação. A pressão foi tão forte que resultou em uma espécie de geyser de 120 metros de altura. Ninguém morreu no acidente, mas o Lago Perigneur foi alterado para sempre – como a mina era de sal, toda a água doce e fresca que havia no lago foi substituída e o ecossistema de região completamente alterado.

4. SIDOARJO, O VULCÃO DE LAMA DA INDONÉSIA:

ava, na Indonésia, e atingiu o vulcão de lama Sidoarjo. Vilas inteiras foram atingidas pelo vazamento de lama e 25 mil pessoas precisaram se mudar dos vilarejos próximos. Especialistas estimam que o vazamento irá continuar por mais 30 anos, ininterruptamente.

3. O COLAPSO DA ALEXANDER KIELLAND:

A Alexander Kielland era uma estação localizada nos mares do norte. Ela afundou em 1980 matando 123 pessoas. A Alexander era uma estação semi-submersível, o que quer dizer que ela não era fixa no fundo do oceano, apenas flutuava na superfície. Uma estrutura que dava suporte à estação simplesmente quebrou. Como as águas daquela parte do mar são muito geladas e como as ondas são muito fortes, apenas 89 pessoas conseguiram sobreviver.

2. O DESASTRE DA ALPHA PIPER RIG:

Em 1988, uma estação de extração de petróleo chamada Alpha Piper sofreu uma falha em um dos canos e houve vazamento de petróleo e de gás. Não demorou para que o negócio explodisse. Helicópteros tentavam resgatar os sobreviventes na proa da estação, mas, por causa dos incêndios que tomavam o lugar, não conseguiam pousar. 167 pessoas morreram e apenas 57 conseguiram se salvar – dessas, 73% precisaram ser tratadas contra stress pós-traumático.

1. OS FOGOS DO KUWAIT:

Em 1991 os exércitos de Saddam Hussein foram expulsos do Kuwait, mas deixaram uma linha de destruição para trás. Eles sabotaram os campos de petróleo do país, danificando 750 dos 943 poços de petróleo do país. Em mais de 600 eles simplesmente atearam fogo. Mais de um milhão de barris de petróleo foram desperdiçados e a fumaça resultante era cheia de gases nocivos, que poderia causar câncer de pulmão e problemas respiratórios para qualquer um que os aspirasse. O Kuwait precisou gastar 1,5 milhões de dólares para tentar interromper os incêndios e mais de 5 bilhões para consertar a infra-estrutura danificada. [LiveScience]


http://hypescience.com/os-5-piores-desastres-envolvendo-petroleo-do-mundo/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE