quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Mais uma evidência de que as aves vieram dos dinossauros é encontrada


Um novo fóssil de dinossauro foi achado em Cuenca, na Espanha, e parece responder a uma antiga questão da paleontologia: afinal, as aves são uma sequência evolutiva dos grandes répteis do passado? Este novo fóssil encontrado pode estar nos aproximando da solução: cientistas espanhóis descobriram que o dinossauro em questão tem uma espécie de corcova, que pode indicar a presença de um primitivo folículo de penas.

Eis o nome que a nova espécie recebeu: Concavenator Corcovatus (que significa “carnívoro de corcovas de Cuenca”), e foi subdividido em um grupo conhecido como terópodes (é deste grupo que os pássaros foram supostamente originados). Estes dinossauros eram encontrados no continente de Gondwana (curso rápido da geografia que você já viu na escola: há 200 milhões de anos, o continente único, Pangeia, se dividiu em Laurásia e Gondwana. A Gondwana daria origem aos continentes do hemisfério sul), no período triássico.

A tal “corcova”, encontrada no Concavenator, parece ter grande semelhança com os anexos embrionários que dão origem às asas e às penas nos pássaros atuais. A teoria mais aceita é que houve uma sequência evolutiva natural: os dinossauros não usavam a tal corcova com nenhuma função relacionada a voo (ainda estuda-se a possibilidade de que servissem para regular temperatura ouarmazenar comida), mas o apêndice assumiu tal função nas aves que vemos hoje. [BBC News]

http://hypescience.com/mais-uma-evidencia-de-que-as-aves-vieram-dos-dinossauros-e-encontrada/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE