quarta-feira, 8 de junho de 2011

Como é que as traças-de-roupa comem roupas?


Na próxima vez em que você perceber que sua roupa guardada foi comida por traças-de-roupa (que tecnicamente não são traças, e sim uma espécie de mariposa), culpe os insetos só pela metade: na verdade, quem come o tecido são as larvas que elas depositam. É estranho pensar nisso, mas uma traça-de-roupa adulta não poderia comer sua roupa simplesmente porque não tem boca.

Esse privilégio é reservado aos insetos no estágio de larva, que dura até a segunda semana de vida, em média. A problema da sua roupa preferida começa no momento em que a fêmea deposita, em um pedaço de tecido, uma carga de ovos que tem uma variação impressionante: pode ser de cinquenta a até mil ovos de uma só vez. As mariposas precisam de queratina em sua alimentação, razão pela qual depositam os ovos em tecidos de origem animal, tais como lã, peles e casimira. Este tipo de roupa é alvo das traças-de-roupa. Como a queratina também existe nos pelos e cabelos, explica-se porque também se encontram esses insetos em corpos cuja higiene é pior do que o interior de um armário fechado.

A modernização da confecção de roupas representa uma segurança para os humanos e diminuição da oferta alimentar para os insetos. As larvas não comem os modernos tecidos sintéticos que não são compostos por fibra animal, já que a ausência de queratina significa a falta de qualquer nutriente que interesse às larvas. Ao contrário das mariposas “comuns”, que voam alegremente em volta das lâmpadas, as traças-de-roupa preferem a escuridão. O interior de guarda-roupas, portanto, é o ambiente ideal para que depositem seus ovos.[Life's Little Mysteries]

http://hypescience.com/como-e-que-as-tracas-de-roupa-comem-roupas/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

Hypescience