sexta-feira, 24 de junho de 2011

Casal vivia cercado de cobras


Quem se lembra do filme “Aracnofobia”? Uma família que se mudou para uma casa numa cidadezinha tranquila, para ter um pouco de calma, mas teve seu lar invadido por milhares de aranhas assassinas. Algo parecido aconteceu em Idaho, EUA, mas o vilão da história real não foram aracnídeos, e sim cobras.

O casal Ben e Amber Session teve sua casa invadida por “centenas e centenas” de serpentes que viviam dentro, em volta e em baixo da residência, na pequena cidade de Rexburg. Segundo eles, eram tantas cobras que “o chão parecia se mover”.

“Era como viver em um filme de terror”, disse Ben Sessions, 31 anos. Certa vez, ele matou 42 cobras (Thamnophis sirtalis), que não são venenosas, mas não menos assustadoras e escorregadias, em apenas um dia. “Foi muito estressante”, disse Amber. “Parecia que vivíamos na toca de Satã. Esse é a única maneira de descrever”.

À noite, elas subiam pelas paredes enquanto a família dormia. Eles compraram a casa em 2009 por cerca de R$ 118 mil. Eles foram avisados da situação com as cobras, mas acharam que era exagero. Não era. Agora que os Session abandonaram o local e declararam falência, um banco está vendendo o imóvel por aproximadamente R$ 68 mil. Os interessados que se informem![LiveScience]

http://hypescience.com/casal-vivia-cercado-de-cobras/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+feedburner%2Fxgpv+%28HypeScience%29

Hypescience