quarta-feira, 10 de março de 2010

Você não se conhece


Sabe aquela história do “conhece-te a ti mesmo”? Segundo um estudo, outras pessoas te conhecem melhor do que você se conhece.

Os pesquisadores acham que, enquanto você pode conhecer seus traços “internos” como ansiedade, seus amigos e até mesmo estranhos conseguem medir melhor sua inteligência e criatividade.

No estudo, 165 voluntários participaram de diferentes tarefas. Eles passaram por um teste de QI, depois formaram grupos de discussão e, por fim, fizeram um teste de stress chamado Trier (os participantes deveriam abordar um tema desagradável como “o que não gosto sobre meu corpo” em uma pequena palestra de dois minutos numa sala abarrotada de gente). Além disso, os voluntários preencheram um formulário sobre si mesmos e sobre alguns outros participantes sobre suas personalidades.

A pesquisa mostrou que temos dificuldade em analisar coisas sobre nós mesmos que são desejáveis ou não. Todos queremos parecer bonitos e legais, mas não conseguimos medir isso precisamente em nós mesmos como as pessoas que nos cercam. Também conseguimos analisar a inteligência dos outros, mas não a nossa. De acordo com os cientistas é fácil admitir que seu amigo talvez não seja uma pessoa muito inteligente, mas já não é fácil admitir isso sobre nós mesmos.

Saber se você é uma pessoa bonita também não é fácil. Olhamos para o espelho várias vezes por dia, mas não é o mesmo do que olhar para a foto de outra pessoa. É muito mais fácil julgar a beleza alheia.

Segundo os pesquisadores é porque damos mais atenção aos nossos pensamentos do que as nossas próprias ações. Se nos achamos amistosos e nos dizem o contrário, prestaremos mais atenção nas ações do que normalmente faríamos, mas sem esse “aviso” criamos uma espécie de idéia da nossa própria personalidade que nem sempre está certa.[Scientific Blogging]

http://hypescience.com/28406-voce-se-conhece/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE

Sem comentários:

Publicar um comentário