sexta-feira, 5 de março de 2010

Criança de 5 anos sobrevive a queda de Airbus no Oceano Índico


O sobrevivente resgatado do avião acidentado na segunda-feira (29) (hora de Brasília) é uma criança de 5 anos, informou nesta terça-feira (30) o vice-presidente da aviação civil deste país, Mohammed Abdel-Rahman Abdel Qadir.

O funcionário não informou a nacionalidade da criança resgatada, que foi levada a um hospital da capital de Comores, Moroni, e também não há dados sobre seu estado de saúde.

· terça-feira, 30 junho, 2009, 10:33

http://www.aracatinet.com/?p=5776

Veja galeria de fotos

Abdel-Rahman informou também que o avião se submeteu, em 2007, a uma revisão completa, com a participação de especialistas da Airbus, companhia fabricante do aparelho, e que tinha confirmado seu “bom estado”. O avião da Yemenia Airway caiu no Oceano Índico com 153 pessoas a bordo por causas ainda desconhecidas.

O avião, um Airbus 310-300 que tinha partido de Sana às 18h45 local (12h45 de Brasília), onde tinha chegado procedente de Paris, caiu quando estava a apenas 30 minutos de seu destino, o aeroporto internacional de Moroni.

66 franceses
O Airbus A310 da companhia Yemenia Air caiu nas proximidades das ilhas Comores, no Oceano Índico, com 153 pessoas, segundo informação divulgada pela companhia aérea, sendo 142 passageiros e 11 tripulantes. A maioria dos passageiros seria de iemenitas.

As autoridades aeroportuárias francesas confirmaram que 66 cidadãos do país estavam a bordo. De acordo com a rede de TV CNN e agências de notícias, o acidente ocorreu no início da madrugada desta terça (hora local, por volta de 17h no horário de Brasília). O avião teria caído cinco minutos antes de chegar a seu destino.

O voo IY 626 partiu de Paris em direção a Moroni, nas ilhas Comores, com conexões em Marselha, na França, e em Sanaa, capital do Iêmen.

Inicialmente, os passageiros embarcaram em um Airbus A330, e na conexão em Sanaa trocaram de aeronave, embarcando em um Airbus A310. Em 31 de maio, um outro Airbus, modelo A330, que partiu do Rio de Janeiro em direção a Paris, caiu sobre o Oceano Atlântico, matando 228 pessoas.

O arquipélago é composto por três pequenas ilhas vulcânicas – Grande Comore Anjouan e Moheli.