quinta-feira, 5 de julho de 2012

Stephen Hawking fez festa secreta para viajantes do tempo


Os convites já foram enviados, estão por todos os cantos da internet. Coloque seu melhor terno, ajeite o cabelo, alinhe uma flor na lapela, e se prepare para uma agradável conversa com uma das mentes mais brilhantes, senão a mais brilhante, deste tempo. Você só precisa ajustar sua máquina do tempo para o dia 28 de junho de 2009, 12 horas. Apresente uma cópia deste convite e você já é um convidado oficial.
Eu falei 2009? A festa já aconteceu, e, segundo relatos do professor Hawking, ninguém apareceu. “Eu tenho a evidência experimental de que viagens no tempo não são possíveis”, fala a voz mecânica comandada pelos dedos do professor. “Eu dei uma festa para viajantes do tempo, mas não mandei convites senão depois da festa. Fiquei sentado lá por um bom tempo, mas ninguém apareceu”.

Excluindo a possibilidade que todo mundo no futuro seja avesso a festas ou que não goste de canapés e champanhe, o professor Hawking parece se consolar com a ideia que talvez seja uma boa ideia não viajar para o passado. Apesar das equações de Einstein permitirem a viagem ao passado, fazê-lo “dispara um raio de radiação que destrói a nave e possivelmente o próprio espaço-tempo”.

Entre as desculpas para os viajantes do futuro não terem se dignado a aparecer na festa do professor, as mais “científicas” são: a) a viagem no tempo simplesmente não é possível; b) só é possível avançar no tempo, não retornar; c) a viagem no tempo é possível, mas você só pode voltar até o dia em que a máquina do tempo foi ligada; d) a viagem no tempo é possível, mas ninguém sabe como ou são muito responsáveis para viajar no tempo e e) nós estamos no universo “original”, como ele é ou era antes dos viajantes no tempo começarem a trolar os arqueólogos enterrando tênis Nike junto de tiranossauros mortos.
Enquanto nós todos viajamos lentamente para o futuro, o professor aponta que é relativamente simples acelerar esta viagem: basta entrar em um foguete e acelerar a velocidades próximas da luz, e quando você voltar, vai encontrar todo mundo bem mais velho ou até mesmo morto.[DailyMail]