terça-feira, 17 de julho de 2012

O avião movido a laser


Combustível? Luz solar? Vento? Que nada: a fonte de energia do pequeno Stalker é um laser. O modelo de avião, de apenas 3 metros de envergadura, normalmente é usado em operações militares e foi equipado com uma bateria que pode ser alimentada a distância.
Em teste realizado pela empresa LaserMotive, o Stalker permaneceu em funcionamento por mais de 48 horas (12 vezes mais do que se contasse apenas com a carga inicial da bateria). O laser era emitido por um equipamento a 9 metros de distância, captado por uma célula fotovoltáica e convertido em eletricidade. Ao final do voo (feito em um túnel de vento), a bateria do Stalker estava com uma carga maior do que a inicial.
“Alimentação a laser pode realmente estender a capacidade do Stalker”, disse Tom Koonce, um dos responsávels pelo projeto. “Um sistema de recarga do solo para o ar permite um voo de duração praticamente ilimitada e expande o conjunto de missões em que o equipamento pode ser usado”.
Apesar dos resultados animadores, ainda há muito a ser feito – como aumentar a distância que o laser pode alcançar. Para o próximo ano, estão previstos testes em campo, mais próximos de condições reais de voo.[MSNBC]