segunda-feira, 23 de janeiro de 2012

Homem quase morre atingido por um fragmento de satélite


Andrei Krivorukov ganhou um ótimo presente de Natal: a própria vida. Ele se salvou após uma bola de titânio de um satélite de comunicações russo atingir sua casa, passando a poucos centímetros dele.
O satélite era um Meridiano, usado para comunicação civil e militar. Ele foi destruído quando o foguete Soyuz-2 explodiu no ar, poucos minutos após ter sido lançado de uma estação de lançamento russa, a 800 quilômetros de Moscou. A catástrofe lançou vários pedaços do objeto pela Sibéria e região.
Um deles foi a bola de seis quilogramas que acertou o teto de Krivorukov, caindo no local onde ele estava poucos minutos antes. Esse foi o momento em que ele foi para seu jardim pegar lenha.
Ele também conseguiu outro presente: a prefeitura local afirmou que vai pagar os reparos necessários. Acho que ainda estar vivo já seria motivo de felicidade suficiente para o homem.
O acidente é estranho não só porque parece um milagre de natalino: o Soyuz tem um passado excelente. É um foguete com várias missões de sucesso, desde a década de 60, quando foi criado. Seu primeiro voo foi em 1966. Até hoje, ele só passou por uma falha (e outra parcial), por isso era meio difícil imaginar que um artefato desses poderia cair na sua casa. [GizModo]
http://hypescience.com/homem-quase-morre-atingido-por-um-fragmento-de-satelite/
Hypescience