sexta-feira, 30 de abril de 2010

Prisão de pedra ajuda um bebum a sair vivo de uma erupção vulcânica


Há 98 anos atrás, na ilha de Martinica, no Caribe, houve umaviolenta explosão vulcânica. Considerado o maior desastre vulcânico do século XX, matou todos os residentes do lugar – ou quase. Um prisioneiro que estava confinado em um abrigo de pedra sobreviveu.

Dois outros residentes da ilha também sobreviveram: uma menina que estava em um barco no mar e um sapateiro que caiu no oceano. Ludger Sylbaris, o nosso prisioneiro, sobreviveu porque gostava de uma cachaça. Ele estava tão bêbado que foi preso e jogado em uma simples prisão de pedra, que tem apenas um pequeno orifício para a entrada de ar.

Confira um vídeo sobre a erupção:

30 mil pessoas foram carbonizadas no desastre. É importante notar que isso não ocorreu pelo vazamento de lava, que é lento, e sim uma onda piroclástica – um calor muito intenso de mais de 537 graus Celsius.

Sylbaris foi encontrado quatro dias depois da erupção. Seus pulmões estavam queimados pelo calor do ar, mas ele sobreviveu graças à sua prisão de pedra. [Gizmodo]

http://hypescience.com/prisao-de-pedra-ajuda-um-bebum-a-sair-vivo-de-uma-erupcao-vulcanica/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE