quarta-feira, 8 de agosto de 2012

Uma rosa espacial a 5,2 mil anos-luz de distância


Em músicas e poesias, é comum um apaixonado declamar que poderia dar até uma estrela para sua amada como forma de demonstrar seu amor. Mas se você é nerd e gosta de universo, surpreenda a pessoa que você ama dizendo seus sentimentos são tão profundos que você poderia ir em busca da nebulosa Roseta por ela. Depois, explique que a nebulosa tem o formato de uma linda rosa, no meio do espaço. Melhor do que uma estrela, não é?
A nebulosa Roseta é uma gigantesca nuvem cósmica de gás e poeira a 5,2 mil anos-luz de distância da Terra. A flor tem o diâmetro de 130 anos-luz e estima-se que tenha a massa de 10 mil sóis – ok, não vai ser fácil dar essa rosa para a pessoa que você ama. No centro da nebulosa, você verá um buraco. Essa lacuna foi gerada quando estrelas recém-formadas no núcleo da nebulosa se inflamaram e afastaram o gás circundante.
A nebulosa está perto de uma extremidade de uma nuvem molecular gigante na região da constelação de Monoceros (conhecida como Unicórnio), na Via Láctea. As pétalas da rosa espacial têm uma encantadora forma simétrica, que são resultado de ventos e da radiação emitida por estrelas quentes e jovens no interior da nebulosa.
Se você é um amante do espaço, pode identificar essa deslumbrante nebulosa com facilidade. Ela pode ser vista com um telescópio simples, na direção da constelação do Unicórnio. A nebulosa Roseta é a mais famosa nuvem cósmica em forma de flor – mas não é a única. Confira também a imagem da nebulosa Tulipa, na constelação do Cisne e a nebulosa Íris. [APOD/Across the Universe/Dica do leitor Diego Willrich]