quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Cientistas descobrem oxigênio em Réia, uma das luas de Saturno


Réia é a segunda maior lua de Saturno, mas não é apenas isso o que a torna incrível – segundo a missão Cassini, da Nasa, ela possui uma atmosfera de 70% de oxigênio e 30% de dióxido de carbono.

Segundo os cientistas é a primeira vez que verificamos que outro astro possui uma atmosfera de oxigênio diretamente. Outras atmosferas foram descobertas nas luas Europa e Ganimedes, mas apenas a uma longa distância, através do Hubble.

Dessa vez a Cassini pôde “cheirar” a atmosfera de Réia, já que a camada de oxigênio (5 trilhões de vezes menos densa do que a atmosfera da Terra) é muito fina para ser detectada à distância.

Os pesquisadores acreditam que o oxigênio vem do campo magnético de Saturno – partículas de água seriam quebradas no fluxo entre o satélite e o planeta e se “rearranjariam” na forma de moléculas de oxigênio.

De acordo com os cientistas, esse tipo de fenômeno pode ser comum em outras áreas do Sistema Solar e não indica, necessariamente, a presença de vida alienígena. Réia seria muito fria e não teria praticamente nenhum líquido para permitir a existência da vida como a conhecemos. [NewScientist]

http://hypescience.com/cientistas-descobrem-oxigenio-em-reia-uma-das-luas-de-saturno/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+feedburner/xgpv+(HypeScience)

HYPESCIENCE