quinta-feira, 10 de maio de 2012

Lasers podem substituir cabos USB no futuro


Pesquisadores criaram uma rede usando lasers que funciona de maneira mais rápida do que cabos USB e Wi-Fi. No futuro, a rede poderá substituir essas tecnologias em locais em que é preciso maior velocidade de transferência. E tudo isso de forma barata: a instalação custa cerca de US$ 600 (1.200 reais).
Pesquisadores da Universidade Nacional de Taipei, em Taiwan, criaram a rede a partir de lasers portáteis comuns. Eles modificaram o ponteiro dos lasers para que eles fossem capazes de ser ligados e desligados 500 milhões de vezes por segundo.
Usando apenas dois desses lasers modificados, a rede foi capaz de enviar um bilhão de bits por segundo, com uma baixa taxa de erro. E o que tudo isso representa? Aproximadamente 120 megabytes por segundo, duas vezes mais rápido do que a maioria dos cabos USB e Wi-Fi.
Mas não espere que a rede de lasers substitua outras tecnologias de transferência na sua casa em breve – até porque Wi-Fi e cabos ainda são mais práticos. O uso é destinado a locais em que transmissões de rádio não são permitidas, como em laboratórios e hospitais. [MSN]