quarta-feira, 28 de setembro de 2011

A nebulosa Ovo Frito

RIO - Números e siglas pouco comuns costumam marcar a descrição do universo por astrônomos. Desta vez, porém, a inspiração veio da culinária mais elementar: nebulosa Ovo Frito. Assim foi batizada a imagem mandada pelo telescópio muito grande do European Southern Observatory. A amarela hipergigante é rodeada por uma poeira cósmica em forma de concha.
As imagens foram tiradas com a câmera de infravermelho do Visir VLT. É fácil entender a razão do peculiar nome de batismo da nebulosa ovo frito observando a foto da IRAS 17163-3907.
A nebulosa Ovo Frito é enorme. O brilho é 500 mil vezes mais brilhante do que o sol. Se ela fosse colocada no centro do nosso sistema, a Terra seria engolida e Júpiter orbitaria pouco acima de sua superfície. A nebulosa circundante, a clara do ovo, absorveria o restante do planetas. Porém, a Ovo Frito está a cerca de 13 mil anos luz da Terra.
O professor Albert Zijlstra, do Centro de Astrofísica Jodrell Bank, explica que a nebulosa é pouco noticiada, apesar de ser uma das mais brilhantes em infravermelho. E que o evento fotografado é raro: "Quando uma estrela está começando a explodir suas camadas externas, é o prelúdio que haverá a explosão final como supernova."
http://oglobo.globo.com/ciencia/mat/2011/09/28/a-nebulosa-ovo-frito-925460164.asp