quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Russo caminha 9.000 km até casa após ser assaltado


Um russo de 47 anos caminhou 9.000 km para regressar à sua casa na cidade de Vladivostok após ter sido roubado em Moscovo, informou a polícia local esta quarta-feira.
De acordo com a polícia, o homem saiu da capital russa em Agosto de 2010, pouco depois de terem roubado os seus documentos de identidade e todo o dinheiro que levava para passar as férias em Moscovo.
Sem ter recursos financeiros, o russo juntava garrafas vazias e vendia-as em centros de reciclagem ou fazia trabalhos ocasionais como forma de subsistência para voltar à sua cidade de origem.
Depois de mais de um ano a caminhar, o homem conseguiu chegar a Vladivostok, região costeira com o oceano Pacífico, onde foi assaltado novamente e sofreu agressões físicas. Dessa vez, porém, decidiu prestar queixa na polícia.
DIARIODIGITAL