segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

30 curiosos mistérios inexplicáveis (04)






 20. Os Espelhos da Fazenda Myrtles Plantation
Se você acompanha o Ah Duvido há um bom tempo, já devido ter se deparado com a fazenda Myrtles em “Os 50 lugares mais assustadores do Mundo”. Essa fazenda ganhou fama de ser um dos locais mais assombrados da América. Entretanto, entre as coisas que mais intrigam os investigadores dos eventos paranormais ocorridos por lá está os espelhos encontrados na residência. E com toda razão porque cá entre nós, leitor, esses espelhos são sinistros demais!

http://ahduvido.com.br/30-curiosos-misterios-inexplicaveis

Myrtles Plantation é uma fazenda aparentemente comum encontrada nos arredores de Baton Rouge, Louisiana. Ao longo dos seus 200 anos de idade, a plantação de 10 hectares tem servido como uma casa para a família Woodruff, no entanto, hoje está mais para um ponto turístico de pesquisadores do paranormal que acampam dia e noite na fazenda para estudarem os absurdos que ocorrem por lá. A Fazenda já registrou mais de 15 mortes, das formas mais violenta e inexplicáveis dos seus inquilinos desde os acontecimentos com a família Woodruff entre os anos 1817 e 1820.
Em 1817, Sara Mathilda herdou a fazenda de seu pai. Ela se mudou com o marido Clark Woodruff e seus três filhos. Clark decidiu trazer um de seus escravos para dentro de sua casa, uma mulher chamada Chloe. Uma noite, Clark pegou Chloe escutando suas conversas com Mathilda com o ouvido grudado na porta e como punição, arrancou uma de suas orelhas! Daquele dia em diante Chloe usava um turbante verde para encobrir sua mutilação. Chloe, para reconquistar a confiança de seu dono e para que ela não fosse enviada para labuta nos campos, arquitetou um plano. Ela fez um bolo de aniversário para a filha mais velha dos Woodruffs e enriqueceu com folhas venenosas.
A intenção de Chloe era fazer com que a família ficasse doente, sendo que depois disso, ela entregaria o antídoto e seria a heroína da família. Mas como é de se imaginar, Chloe não teve tanta cuidado assim na hora de realizar a dosagem das folhas e ….. a esposa de Clark e dois de seus filhos morreram de envenenamento! Atormentada por suas ações, Chloe confessou aos outros escravos… que engano! Os escravos entraram em pânico após escutar a história e acreditando que seriam acusados de esconder o culpado, enforcaram Chloe e jogaram o seu corpo sem vida no rio Mississippi. Bizarro, certo? Mas calma, isso é só começo!
De acordo com a lenda, depois desse dia, uma velha tradição da família se estabeleceu:  quando um membro da família morre, todos os espelhos da casa devem ser cobertos de modo que a alma do falecido possa passar para o outro mundo e não fique presa em um reflexo desse mundo. Ninguém sabe ao certo a relação, mas a família envenenada e Chloe ficaram presas dentro do espelho da casa segundo os estudiosos paranormais.
Existe uma grande quantidade de fotos de visitantes que tiram fotos do espelho e se surpreende com o resultado: há muitas fotos registrando um ser escuro, deformado, com um turbante verde na cabeça, ou uma das crianças da família Woodruff.
Aparentemente os demais moradores da Fazenda tiveram fins bem desagradáveis devido à “acidentes inexplicáveis” e terminaram ocupando um lugar no hall de fantasmas presos no espelhos!
Por mais assustador que isso possa parecer, já ocorreram diversas ofertas milionárias pelos espelhos da casa. Parece que tem muita gente interessada em ter um espelho com um fantasma preso…. vai saber o porquê, não é, camarada?!
19. Silverpilen
Estocolmo, a pacífica e prospera capital da Suécia, esconde um segredo medonho em seu sistema de metrô. O prateado, brilhante e nunca previsível trem chamado Silverpilen (“Flecha Prata”) se esconde por lá, parando em estações aleatórias em intervalos aleatórios durante as madrugadas.
As histórias envolvendo esse trem são as mais diversas. Há aqueles que dizem que Silverpilen nunca para e que seu interior é vazio. Outros contam que ele para e se você embarcar vai parar em outra dimensão e nunca mais volta – o que é um tanto sem nexo, já que se nunca mais volta, como é que eles sabem que vai para outra dimensão? –  e ainda, em um país dominado por ateus, há os que afirmam que Silverpilen carrega criaturas estranhas, com aspecto fantasmagórico, que dividem opiniões se são almas de mortos ou monstros.
A história oficial do Silverpilen é bem interessante. Ele é um veículo experimental que foi elaborado pelo governo que queria projetar um trem ultra veloz para atender os horários de pico. Os vagões foram revestidos dos mais resistentes materiais para suportar a alta velocidade. Em 1996, depois de quase uma década de trabalho no projeto, Silverpilen começou a funcionar. Entretanto, os passageiros tinham medo de embarcar nele por algum motivo e o trem permanecia vazio, não atendendo ao objetivo de desafogar as estações em horas de pico. Um dia, o governo mandou finalizar o projeto e recolher o trem. Mas, o que parece, é que não foi bem isso que aconteceu….
A partir daí as mais sinistras de Silverpilen pelas madrugadas da capital sueca começaram ocorrer. A lenda diz que quem embarca não volta mais… porém outros afirmam que Silverpilen nunca para!
18. A Seita Secreta do Vaticano
Quando você pensa no Vaticano, o que vem à sua cabeça? Grandes Basílicas? Bispos com roupas pomposas? Multidões de Peregrinos? Convenhamos que, quando se trata de Vaticano, a ultima coisa que podemos pensar é em “sexo”, mesmo porque o pensamento conservador ainda permanece na Religião e provavelmente sempre será assim… e é por isso que esse mistério é tão cabeludo!
Em 1983, algo sinistro ocorreu na Santa Sé. Emanuela Orlandi , 15 anos de idade, filha de um funcionário do banco do Vaticano, estava no caminho da escola quando foi abordada por um vendedor de cosméticos. Nesse mesmo dia, 22 de junho de 1983, Emanuela informou sua irmã na escola que tinha sido abordada por esse vendedor. A irmã achou que era algo normal e não deu muita atenção. Porém, essa seria a sua ultima conversa, Emanuela nunca mais voltaria para casa.
A maioria dos adolescentes são do tipo volúvel, e muitos fogem de casa todos os dias. É algo normal  … tempos depois eles reaparecem, um pouco mais magros e debilitados e a vida continua. Entretanto, quando Emanuela desapareceu, vários telefonemas foram feitos para sua casa. Cada um, em uma língua diferente. Isso fez a polícia acreditar por um tempo que era trabalho de um grupo de extremistas muçulmanos… estavam enganados.
Com o avançar da investigação, a polícia descobriu uma rede por detrás da fachada da Santidade: a menina havia sido raptada para virar escrava sexual  para uma festa de uma seita que atua dentro do Vaticano! E não é só isso: essa rede vai desde os bispos até os funcionários do alto escalão do Banco do Vaticano. Depois dessa descoberta, o caso foi imediatamente encerrado … alguém de dentro da seita ficou sabendo e resolveram apagar o incêndio. Apenas no ano passado (2012), o padre Gabriele Amorth resolveu novamente tocar na ferida do Vaticano. Alegou que a seita ainda está lá, mais forte do que nunca e que Emanuela é apenas uma das centenas de meninas que foram raptadas durante esses anos para servir o mesmo propósito.
É amigo, já ouviu a frase: “Lobo em pele de cordeiro”?
17.  O Rosto Sorridente
Todo mundo sabe que universitários com bebidas são o tipo de gente mais imprudente que o mundo conhece! Tudo que essa garotada pode aprontar, eles aprontam, sob efeito do álcool! E, uma vez ou outra, essas fanfarras dão errado e alguém acaba morrendo!
Entre essas besteiras fatais, a NYPD começou a perceber um certo crescimento acentuado nas mortes por afogamento de adolescentes bêbados. Ninguém tinha percebido nada, afinal, irresponsabilidade dos jovens frente a bebida é algo comum. Bem, isso até que os detetives Kevin Gannon e Anthony Duarte começaram a perceber que nos cenários da fatalidades havia sempre um “Rosto Sorridente” grafitado conforme esse da imagem acima.
Começaram a revirar os arquivos e visitar os cenários das fatalidades e descobriram que, muito provavelmente, não eram fatalidades. Do Norte ao Sul dos EUA, os cenários estavam marcados com o maldito “Rosto Sorridente”. Coincidência? Os detetives acham que não. Embora nenhuma prova concreta tenha sido apresentada, o “Rosto Sorridente” provavelmente é a marcada de um Serial Killer ou alguma seita.
Duarte e Gannon alegam de que os corpos são encontrados na água, tanto para simular o afogamento e, muitas vezes, porque a água destrói provas como impressões digitais e amostras de fibras. Psicólogos que ficaram frente ao caso dizem que o “Rosto Sorridente” mostra a natureza doentia dos atos, pois representa a felicidade perante o mal que está sendo praticado.
O FBI não acredita que as imagens tenham qualquer ligação com as fatalidades e que persiste na idéia de que não existe nada além de pura irresponsabilidade juvenil.
16. O Filme que não pode acontecer
Alguns filmes de Hollywood são ditos amaldiçoados, em especial porque os atores que interpretaram os protagonistas se deram muito mal depois de encerrar as filmagens da longa, como é o caso de Bebê de Rosemary e Poltergeist.
Entretanto, por mais amaldiçoados que esses filmes fossem, eles ainda conseguiram ser filmados e apareceram nas telonas do mundo inteiro. Por esse motivo, The Incomparable Atuk é, sem sombra de dúvidas, o mais amaldiçoado de todos: é impossível filmá-lo já que todo mundo que é escalado para o elenco morre … até mesmo quem entra em contato com o script bate as botas!
The Incomparable Atuk era para ser uma comédia, do tipo pastelão, que contava as desventuras de mudar de uma cidade pequena do Alasca para uma cidade grande. Era. O filme nunca conseguiu ser filmado porque toda vez que alguém é escalado para interpretar o papel principal, o sujeito morre. No início de 1980, John Belushi foi escalado para interpretar Atuk, mas ele morreu de uma overdose de drogas em 1982, aos 33 anos. Em seguida, stand-up comedy Sam Kinison foi escalado para o papel, mas morreu por uma colisão frontal com um motorista bêbado, aos 38 anos. O Adorável lug John Candy também foi considerado, até que ele sucumbiu a um ataque cardíaco aos 43 anos de idade. Enfim, depois de abandonarem a ideia de realizar o filme, alguém muito esperto decidiu que já era a hora de tirar o script da gaveta e filmar a bagaça: resolveram escalar Chris Farley para o papel, e adivinhem? Ele morreu de overdose de drogas, aos 33 anos de idade, tal como seu ídolo Belushi.
A maldição de Atuk vai além: quem se aventurou em ler o script inteiro morreu! O primeiro foi um roteirista do Saturday Night Live, o escritor Michael O’Donoghue, que semanas após ler o script teve uma hemorragia cerebral aos 54 anos. O segundo foi o ator Phil Hartman, que foi morto aos 49 anos por sua esposa Brynn, que em seguida cometeu suicídio, sendo que ambos estavam drogados.
Will Ferrell era o próximo da lista, mas ao saber que tinha sido escalado em 2010 para atuar em The Incomparable Atuk imediatamente recusou e enviou uma carta aos produtores para sequer cogitaram novamente seu nome para essa longa. O script terminou sendo engavetado novamente.