terça-feira, 12 de maio de 2009

Arqueopterix


por Publications Ltd. - traduzido por HowStuffWorks Brasil

Período: Jurássico Tardio.

Classe, subclasse, ordem, família: Aves, Archaeornithes, Archaeopterygiformes, Archaeopterygidae.

Localização: Europa (Alemanha).

Envergadura de asas: 60 centímetros.


O Archaeopteryx lithographica é conhecido com base em apenas seis fósseis - e é possível que sejam os mais importantes fósseis do mundo. O nome significa "asa antiga gravada na pedra" porque o fóssil foi descoberto em imensas jazidas de pedra calcária localizadas na região de Solnhofen, sul da Alemanha. A pedra calcária foi usada por décadas para produzir litogravuras. Os fósseis encontrados no sedimento de grãos finos dessa lagoa do Jurássico tardio estavam muito bem preservados. Os fósseis incluíam também o mais raro dos achados em fósseis: penas.

O esqueleto do arqueopterix era tão parecido com o de alguns dinossauros carnívoros de pequeno porte que diversas espécies foram catalogadas como dinossauros em coleções de museus. Devido às penas, o arqueopterix é normalmente classificado como um pássaro primitivo. Mas, ainda assim, alguns paleontologistas classificam o arqueopterix entre os dinossauros.

Excetuadas as penas, o arqueopterix se parece bastante com o compossognato e com outros pequenos dinossauros do tipo celurossauro. A maior diferença é que as patas dianteiras do arqueopterix foram modificadas para acomodar as penas. Os três dedos das patas dianteiras do arqueopterix tinham garras e suas mandíbulas abrigavam presas afiadas.

O arqueopterix tinha uma cauda longa e rígida, como a dos pequenos dinossauros terópodes. A cauda levava penas. Em todos os demais pássaros, os ossos da cauda praticamente não existem. Um toco de cauda vestigial, conhecido como pigostílio, serve para o encaixe das penas da cauda.

Há muita discussão sobre a posição do arqueopterix na cadeia evolutiva. Sua relação com os dinossauros é forte e ele pode ser o "elo perdido" entre os pássaros e os pequenos dinossauros carnívoros. Isso significaria que vemos descendentes dos dinossauros a cada vez que vemos um pássaro moderno.

http://ciencia.hsw.uol.com.br/arqueopterix.htm

Foto: Academia de Ciências de Chicago. Dupla de arqueopterixes fazendo um ninho

Sem comentários:

Publicar um comentário