segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Três mil vespas asiáticas mortas a maçarico


Um ninho com um metro de altura e com cerca de três mil vespas asiáticas foi ontem à noite destruído a maçarico na zona de Real, em Braga. Os vizinhos tinham alertado Alfredo Marques, apicultor que reside naquela zona, que percebeu de imediato que se tratava de uma espécie invasora.

NUNO CERQUEIRA http://www.jn.pt

"Esta vespa veio da China para França e está a espalhar-se pela Europa. Atualmente os franceses têm brigadas de combate a este tipo de vespa", explicou, enquanto a PSP de Braga cortava a variante de Real, sob o olhar de centenas de curiosos que temiam um ataque "asiático". "Da China só vem porcaria", protestava um habitante na zona, enquanto as autoridades realizavam um perímetro de segurança.
Uma vez que o ninho estava a 15 metros de altura, numa árvore junto ao Hospital Veterinário, os Sapadores de Braga utilizaram um auto-escada para se aproximarem. "Vamos queimar, pois é uma das formas de combater esta vespa que destrói as produções de mel dos apicultores", explica Luís Quinteiro, da loja Colmeia.
"É uma vespa agressiva. O veneno que contém é suficiente para inchar um braço. Um pouco por todo o Alto Minho é uma ameaça séria", refere o apicultor. O ninho de vespas foi queimado e a combustão durou cerca de vinte minutos, sob o olhar de muita gente.
foto Paulo Jorge Magalhães / Global Notícia
O ninho estava a 15 metros de altura, numa árvore junto ao Hospital Veterinário