domingo, 16 de fevereiro de 2014

“Mogli” na vida real: a menina que cresceu entre animais selvagens na África





Sem outras crianças por perto, a jovem Tippi Degré teve um grupo de amigos de infância pouco comum, que incluía um elefante, um leopardo, girafas, um avestruz e um filhote de zebra.
“Abandonada” na selva? De modo algum: junto com seus pais, os fotógrafos Alain Degré e Sylvie Robert, Tippi passou seus primeiros 10 anos de vida na Namíbia, convivendo com animais selvagens e com membros das tribos Basarawa e Himba – que lhe ensinaram, entre outras coisas, a sobreviver comendo apenas frutos e raízes. “Ela foi uma menina de muita sorte”, conta a mãe de Tippi.
Sua história foi contada nos livros “Tippi of Africa” e “My Book of Africa” (ambos sem edição no Brasil). Depois de morar em Madagascar e na França, viajou novamente à África para fazer documentários sobre a vida selvagem. Hoje, com 23 anos, Tippi estuda cinema na Universidade Sorbonne Nouvelle (França).[BoredPanda, Tippi.org]
hypescience